Bom dia,

Assisti a matéria exibida no dia 19/09/2010 na Revista RPC, a respeito de pontos de drogas em
Curitiba, em que mostra o bar do Torto como um dos principais pontos de usuários e vendas de
drogas, alem de afirmar que seus frequentadores são marginais que fumam crack, tacam pedras em
ônibus e ameaçam transeuntes. Sem contar a falsa afirmação de que o bar fica aberto até as 4 horas
da manhã e que os moradores, após as 22 horas, não podem sair de casa pois é perigoso. Afirmamos
com convicção, de que isto é um absurdo e não há perigo algum em passar em frente ao bar, os
clientes do Torto não ameaçam os pedestres, nem os carros e muito menos os ônibus.

Quero esclarecer que o Torto é um bar frequentado por pessoas trabalhadoras, que saem do trabalho
e passam lá para tomar uma cervejinha, comer um bolinho de carne e talvez jogar uma sinuca
sem compromisso. Não é frequentado por marginais. E é um bar que sempre respeitou os vizinhos
fechando cedo e nunca passando de 1 da manhã, procurando sempre controlar o limite de som e
bagunça de seus clientes. Além de muitos dos moradores da região também frequentarem o bar.

Não é porque é um bar pequeno e aberto, que é um bar de marginais. Muitas pessoas que
apareceram na reportagem são pessoas integras, e que não mereciam ser tachadas como viciados
ou delinqüentes. Foi muita falta de respeito por parte da equipe de jornalismo da RPC.

O bar fechou na noite do dia 20/09/2010 para reforma e vai reabrir em 15 ou 20 dias, neste
período sim a rua ficará realmente perigosa pois é escura, deserta e sem policiamento.

Achar flagrantes de usuários e vendas de drogas é fácil em muitos lugares de Curitiba. Isto acontece
tanto no Baixo São Francisco quanto na avenida Batel. Como a própria matéria mostrou, não é
necessário um bar para incentivar isso, pois na Mateus Leme, durante o dia, foi flagrado consumo
e venda de droga em frente a um estabelecimento fechado. E como foi dito também na reportagem,
não é do Torto que vem os usuários de crack e sim da Praça Tiradentes que agora está com
policiamento e iluminação. Nós, os clientes do Torto, estamos também incomodados com o grande
número de pedintes que se misturam agora entre aos clientes para pedir dinheiro e bebida.

Pedimos direito de resposta. Queremos mostrar para a população de Curitiba quem são os
VERDADEIROS frequentadores do O Torto Bar fazendo com que o bar seja reconhecido pelo
que ele é: um lugar frequentado por trabalhadores e não por marginais. E enfatizar que se a região
tivesse o policiamento adequado e uma boa iluminação, a segurança estaria garantida e nenhum
cidadão estaria exposto a esse tipo de situação relatada na matéria. Sendo assim, a culpa não é do
Torto e de seus freqüentadores, e sim do sistema de segurança de nossa cidade.

Sign The Petition

OR

If you already have an account please sign in, otherwise register an account for free then sign the petition filling the fields below.
Email and the password will be your account data, you will be able to sign other petitions after logging in.

Privacy in the search engines? You can use a nickname:

Attention, the email address you supply must be valid in order to validate the signature, otherwise it will be deleted.

I confirm registration and I agree to Usage and Limitations of Services

I confirm that I have read the Privacy Policy

I agree to the Personal Data Processing

Shoutbox

Who signed this petition saw these petitions too:

Sign The Petition

OR

If you already have an account please sign in

Comment

I confirm registration and I agree to Usage and Limitations of Services

I confirm that I have read the Privacy Policy

I agree to the Personal Data Processing

Goal
850 / 1000

Latest Signatures

browse all the signatures

Milagros BullockBy:
HealthIn:
Petition target:
Grupo RPC

Tags

No tags

Share

Invite friends from your address book

Embed Codes

direct link

link for html

link for forum without title

link for forum with title

Widgets